quarta-feira, 26 de março de 2008

POEMA DE CANÇÃO SOBRE A ESPERANÇA


Dá-me lírios, lírios,
E rosas também.
Mas se não tens lírios
Nem rosas a dar-me,
Tem vontade ao menos
De me dar os lírios
E também as rosas.
Basta-me a vontade,
Que tens, se a tiveres,
De me dar os lírios
E as rosas também,
E terei os lírios -
E as melhores rosas
Sem receber nada,
A não ser a prenda
Da tua vontade
De me dares lírios
E rosas também.

Álvaro de Campos

9 comentários:

Fenrisar disse...

See please here

Blue Velvet disse...

Que lindo, Sophia!
Não conhecia este, e apetece-me sempre bater em mim própria quando não conheço algo escrito por Pessoa, seja qual for o heterónimo usado.
E lírios misturados com rosas e com presentes inexistentes mas sentidos na vontade, é uma maneira fantástica de começar o dia.
Beijinhos e veludinhos

Treasureseeker disse...

Lindo poema,sim senhora.Gosto da poesia de Pessoa(e seus heterónimos),e este é tão singelo...
Uma pequena delícia!Gostas de António Gedeão?

Beijos.

Olá!! disse...

Beijo Sunshine e obrigada pela partilha

lua prateada disse...

Lírios ...são tão lindossssssss...
Se um dia precisares de silêncio para pensar em alguem,lembra-te que em silêncio,alguem pensa em ti...
Que teu fim de semana luminoso, lindo e brilhe para ti!...
Beijinho prateado com carinho
SOL

Nyna disse...

Grande poema, grnade Pessoa
maravilhoso ainda não tinha lido este.
Beijos.

O Profeta disse...

Lirios do campo orvalhados por suave bruma...


Esta é a alma que voa de um Profeta
Ao encontro do teu sentimento
Este é o sal de alva espuma
Que te ofereço e diadema de espanto…

Olhos de alma, da tua alma
Quero-os no cais da minha chegada
Espero por ti em manto de ternura
No encontro da minha caminhada


Bom fim de semana

Mágico beijo

Outonodesconhecido disse...

Eu adoro Lírios, rosas também e o que dizer de Álvaro de campo.
Boa noite e bom fim de semana

Outonodesconhecido disse...

Pois é, comecar de novo por vezes é a solução para seguirmos em frente.