terça-feira, 6 de janeiro de 2009

QUAL É O ROSTO DA FELICIDADE?

Lembro-me de na minha adolescência sempre ter havido livros do Quino lá em casa. Evidentemente que inicialmente os que fizeram as minhas delícias foram os da Mafalda.
Num destes dias estava numa livraria quando me deparei com uma colecção da minha querida Mafalda. De imediato peguei num livro à sorte e a primeira faixa que vi foi esta.
Apesar de já a conhecer naquele momento surtiu em mim um grande impacto.
Como reconhecer a Felicidade? Qual o seu rosto?
Tantas vezes a sonhamos, a imaginamos que acabamos por a delinear com traços bem definidos.
Às vezes surge-nos à porta aquela imagem que toda a vida desejamos e esperamos. Abrimos-lhe a porta e abraçamo-la... por instantes que podem ser anos. Por vezes, mais tarde, vimos a descobrir que tínhamos aberto a porta, mas não à Felicidade.
Noutros casos, batem-nos à porta - rosto estranho, desconhecido, desagradável até. Fechamos a porta de imediato, não se vá dar o caso desta criatura se atrever a entrar. Porta fechada, sentimo-nos em segurança novamente e nem sequer voltamos a olhar para trás.

Nem sempre aquilo que desejamos e que tanto queremos é o que nos trás a felicidade. Por isso, nesse momento tenho uma simples folha de papel, com alguns rabiscos, que apenas não está em branco, porque não consegui apagar por completo a imagem da minha Felicidade. Nunca imaginei que uma página quase branca pudesse conter tanta beleza!

13 comentários:

Maria disse...

Sorrio-te...
Porque a felicidade assim, total, não existe. Temos momentos felizes, sim, e sobretudo vamos aprendendo a descobrir pequenos prazeres (felicidade) em pequenas coisas como... uma folha branca com uns rabiscos...

Beijos

Nocturno disse...

Na vida e no amor,não temos garantias,Portanto vive este ano como se fosse o ultimo.

beijo Nocturno

CarlaSofia disse...

Querida Sunshine, a Felicidade é um tema sem fim com tanto para se dizer... A Felicidade não se define pois depende de cada um. E mesmo assim, o conceito de Felicidade varia na pessoa conforme os seus objectivos e experiências de vida.
Por isso, eu diria que a Felicidade tem vários rostos.
Adorei esta tua reflexão.
beijinhos de luz

f@ disse...

Nunca a pintei mas sim abracei,... abraço sempre... sem rosto mas colorida anda nas nuvens a saltitar... sei que vem e vai sem avisar... não tem rosto é pura emoção ... página em branco... mas sempre à espera de pa lavras...que temos de escrever...

Beijinhos das nuvens

Carla disse...

e acreditas que o simples facto de te ler me deu uma boa sensação de felicidade
beijos e bom ano

Violeta disse...

Querida como eu te compreendo.
Abrir a porta e ver a felicidade é algo que nso entontece. Deposi ela vai outra vez embora. Será que ela é a verdadeira felicidade?Também me pergunto.
um bj grande e fica feliz com a tua folha de papel.

Sunshine disse...

Por um breve instante ou por longos tempos, seja o que for a porta está sempre aberta não vá ela nem sequer se lembrar de nem passar por lá.

Bjs e um ano com toda a felicidade que meceres.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A Felicidade não se faz anunciar. É muito bom quando a encontramos, mas por vezes ela está mesmo ao nosso lado e não a vemos!

Espelho disse...

Hoje ouvi uma voz que me arrepiou a pele, abraçou-me na distância, acompanhou-me rumo ao horizonte.

Beijo

Estrela do Sul disse...

Sabes, amiguinha? A Felicidade pode ser encontrada em pequenissimas coisas.
É tudo muito relativo.
Até uma pequena fllor de trepadeira nos pode trazer breves momentos de muita felicidade.

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

provokactor disse...

..."ela" aparéce, komo vento en kana verde, e vái-se komo as letras ke não xkreveste no branko imakuládo da folha da tua imaginação onde páira, eterna, a felicidade ke todos tentam akaparrar...penso ke ela existe mas n'outro sistêma de vida. Todos os pekenos momentos de "bohneur", são sináis evidentes da sua existência, só ke... muito volátil.
Fika bém, cheveux de soleil.

Esmeralda disse...

Olá.
Cheguei aqui por acaso, vi-te no blog do Espelho.
Isto da Felicidade...
...tem muito que se lhe diga.
Mas, acertaste em cheio!!!
Será que mesmo já tendo a nossa página em branco com alguns rabiscos com aroma a Felicidade, saberemos continuar a escreve-la até que fique realmente completa?
Acho que algns saberão faze-lo, os Felizes!!

Beijocas, gostei muito do que li.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

De vez em quando abro ao acaso uma colectânea de livros da Mafalda que tenho cá por casa.Aprendo sempre alguma coisa e sorrio. Faz-me bem , a Mafaldinha.