domingo, 17 de agosto de 2008

DÚVIDAS



Hoje o céu não foi azul e as nuvens não foram brancas, leves e fofas.
Hoje as nuvens desceram pesadas e colaram-se ao mar.
Um silêncio cinzento envolveu-me e apertou-me lentamente o peito. Não via o céu, não via o mar. Chegou aos meus ouvidos, quase inaudível, o apito abafado de um barco. Estaria a avisar da sua chegada ou estaria a partir? Em dias assim, as dúvidas emergem, descomunais, como monstros marinhos que esticam os seus tentáculos e me rodeiam tentando sufocar.

16 comentários:

Renato oliveira disse...

Olá Sunshine,

Belo texto aqui publicado, com muito gosto e ternura.

Tenha dúvidas mas procure sempre dissipá-las, nem que seja por um "raio de sol".

Beijinho,

Renato

Maria disse...

Há dias assim, Sunshine, mas amanhã deve fazer sol, e as nuvens voltam a ser algodão no céu azul.
É assim a vida, o impotante é não nos deixarmos sufocar.

Um abraço

lua prateada disse...

Vai atrás do teu sonho...dá um passo de cada vez, não te detenhas, continua a escalada, pois lá xegarás...Feliz semana.Se
estás de férias apenas aproveita e, GOZA muito...
Beijinho prateado
SOL

D.Antónia Ferreirinha disse...

Dúvidas... Dúvidas e mais dúvidas. Somos bombardeados por elas todos os dias.
Beijinho e que o céu hoje se encontre limpo com o sol à espreita nessa maravilhosa terra.
Beijinhos.

provokactor disse...

...vidas no duo..este binário ke nos akompanha e se fáz sentir, sobre tudo kuando nos prokuramos...a nós.

fika bém, por todas as manhas ke te xpéram, ke se prolonguém.

ventos amenos

BlueVelvet disse...

O tempo tem uma enorme influência no nosso sentir.
Amanhã quando os teus raios iluminarem o dia, vais ver tudo de outra forma.
Beijinhos linda

Coragem disse...

As duvidas fazem parte da vida...

o importante é que se consiga perceber aos poucos o que merece ser posto em causa, ir olhando para o céu e ver o sol...aos poucos.

Amanhã, é sempre um novo dia

beijo

f@ disse...

As nuvens!... fizeram isso? pois devem ter ido abastecer ou matar saudades das ondas..
Sempre podes imaginar o céu assim com nuvens abraçadas nas ondas... deve acalmar as dúvidas...
beijinhos das nuvens

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Belo texto para um dia deprimente.

Sunshine disse...

Olá Sunshine !!

Obrigado pela visita, perdoa a minha ausência, as férias tornaram-me preguiçosa, não tenho visitado as amigas. Sorry :))

Texto lindo o teu ... em dias assim ... ilumina com o teu Sol e as duvidas que te sofocam serão afastadas para longe ...

PS: Tens razão em relação ao baú das fotos, tem alturas que não faz bem abri-lo... mais tarde, quem sabe, quando a recordação for apenas uma mágoa longinqua ...

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!
Tenho uma cunhada, a Lena, que vive em São Miguel. Adooooroooooooo os Açores e já estive quase em todas as ilhas. São bué da fixe!!!

Amiga/os por aí - são aos montes. Até sou camarada do Carlos César e fui companheiro de Faculdade de Direito do João Bosco. Trato-me por tu com ambos. E, ainda, gosto muito da Berta «presidenta». Partidos não contam para ter amigos...

Cheguei a este blogue - o primeiro dos Açores que encontro - através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que, bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. E outros PALOP e etc…
Se me enviares o teu IMEILE, poderei enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior). Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

– Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
- Já conheces o me(a)u «Morte na Picada» que acima menciono? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Pelo sim, pelo não, compra-o.
Depois de o leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato…»

Carla Sofia disse...

Passei por aqui e estou a gostar, voltarei mais vezes. Quanto à sua postagem, é um momento de instrospecção, mas um momento. Porque as nuvens passarão e sol voltará a brilhar. :) pensamento positivo!
jinhos
CarlaSofia

Patti disse...

É na altura que as dúvidas surgem, que muitas vezes conseguimos esclarecer e clarificar algumas delas.
E depois virão os dias de céu limpo e iluminado.

tanokas disse...

mlhrs dias virao Linda...

raios de sol te eluminem =) bju

Menina do Rio disse...

Nem todos os dias, brilha o sol, nem todas as noites são de luar, mas as nuvens se dissipam no orvalho das manhãs...

Um beijo

NOCTURNO disse...

Uma viagem rumo ao infinito... um encontro transformado em desencontro quando as ondas tocam no barco em que navegas...

Rumo ao infinito desse amar que nos esconde tantos segredos.

Beijo