quinta-feira, 2 de outubro de 2008

NA TERRA DOS SONHOS

Por um instante brinco com o tempo e seguro os ponteiros do relógio...
Estou no meu lugar de sempre. Onde descobri o frio da água e o calor do sol, o sabor a sal e o cheiro a mar. Onde aprendi que o vento acaricia e que as ondas também servem de berço. Dou por mim a conjugar verbos de outros tempos e que julgava perdidos. As palavras ganham forma e o mar susssurra-as docemente.

13 comentários:

Carla disse...

a minha terra dos sonhos veste-se com as cores do mar e macia como as nuvens do céu...o teu lugar é lindo e faz sonhar
beijos e bom fim de semana

NOCTURNO disse...

Nesse pedaço de terra perdido no meio do mar deixas os sentidos elevar o teu corpo na distância entre ti e o que te toca. Beijo...

Maria disse...

A terra onde sonho está rodeada de água. Fica mesmo no meio do mar azul e profundo...

Bom fim-de-semana, beijos

Carla Sofia disse...

É o cruzar do passado, presente e futuro. O tempo não é linear, mas dinâmico.
beijinhos :)

BlueVelvet disse...

Nada como o barulho do mar para nos inspirar.
Beijinhos e bom domingo.

tanokas disse...

bonito :)

Paradoxos disse...

Por um instante - te senti - aqui!!
tão perto? :-)
deve ser da força das palavras - as tuas palavras - aqui - a ecoar poderosamente nas minhas veias!!

teu

paradoxos

f@ disse...

Brincar ao sol com as ondas do mar... espuma ao vento ... todos os verbos no infinito .... formar adoçar achar...
beijinhos das nuvens

Violeta disse...

Espero que estejas feliz.
Um bj

BlueVelvet disse...

Olá linda Sunshine,
vim dizer-te que pus hoje o post com a tua linda buganvília.
Vai lá espreitar:))
Beijinhos e mais uma vez obrigada

Treasureseeker disse...

Há já algum tempo,Sunshine...
Gostei do teu texto.Por vezes sonho com estar em certo lugar,distante e entregue aos meus pensamentos.Resta-me sonhar...Não custa nada!
Espero que esteja tudo bem contigo.

Um beijinho e um bom fim de semana.

em azul disse...

Um pequeno doce texto.
Tão bonito!
Um beijo
em azul

f@ disse...

Eu não consigo seguram os ponteiros do relógio...
O mar e o vento aqui no teu texto com sabor a sal e uma doçura quente de sol nas tuas palavras...

Beijinhos das nuvens