domingo, 20 de julho de 2008

DOR (IN)CONTIDA


A maior dor
é a que sinto ao ver
a lágrima sentida
sofrida
a custo contida
em teus olhos
Mesmo que fizesse
o vento soprar
o Sol brilhar
a Terra girar
não poderia dissipar
a tua dor... Filho
E no silêncio da noite
soltam-se dos meus olhos
as lágrimas que não deixaste cair.
Este corpo pequenino e franzino alberga um grande homem.

14 comentários:

Vieira Calado disse...

Vim retribuir a visita e ver o que há de novo seu blog.
Cumprimentos

Francine Esqueda disse...

Olá, que lindo texto...
Ainda estou admirando aos poucos a as coisas que ainda não tinha visto por aqui! De coração: Gosto muito da sua casa!!!
Um grande abraço e boa semana!

O Profeta disse...

Um lindo texto poema com pinceladas de infinita ternura de mãe...


Doce beijo

Carla disse...

porque as dores dos filhos...multiplicam-se em nós.
Belo e dorido o teu poema
boa semana
beijos

f@ disse...

Olá... Obrigada por teres visitado as nuvens....
...
è de facto bonito este poema mto bonito....
a dor aquela dor...
de ver mesmo estrelas....
beijinhos das nuvens

D.Antónia Ferreirinha disse...

É LINDO DE VERIFICAR O AMOR QUE UMA MÃE NUTRE PELAS SUAS CRIAS.
BEIJINHO E QUE LHE PASSEM TODAS AS DORES.

Coragem disse...

Esta poesia, faz-me lembrar algo que digo muitas vezes aos meus filhos:
-Antes chorares tu que eu.
Quando eles me fazem chorar a mim, é porque o caso é bem doloroso...

Beijinho

jasmimdomeuquintal disse...

Doloroso mas terno texto.
um bj

Francine Esqueda disse...

Olá?!!! Estou passando por aqui de teimosa! Ontem passei por uma pequena cirurgia e deveria repousar total! Mas, não resisti:
Vim dizer um "oi" e dar uma bisbilhotadinha!...
Beijos e mais beijos...

Treasureseeker disse...

Bonito e singelo texto.A dor faz parte da nossa condição,por mais que tentemos fugir dela.Mas o Sol nasce todos os dias e todos os dias algo de novo acontece.
Até depois.

BlueVelvet disse...

Lindo e verdadeiro texto.
Só mãe mesmo para entender que preferíamos ser nós a chorar todas as lágrimas dos nossos filhos.
Que fique tudo bem para os teus raios brilharem.
Veludinhos azuis

Mario Rodrigues disse...

Exactamente a nossa função, amiguinha. Sofrer por eles. Mas nao o deixar perceber. Porque senao seria muito pior.
Adorei

“Amigo é aquele, que você sente
Sempre estar presente
Em qualquer instante”

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Em espaço de partilha:
http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com

R Lima disse...

Nessa fase o pequeno torna-se grande e agiganta o meus pensamentos.




Texto de hoje: aMor...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Maria disse...

Não te consigo comentar, hoje.
Desculpa.....

beijo